ADENOSINA DEAMINASE - ADA
Código : ADA
Material : diversos
Volume : 1.0 mL
Sinonimo : ADA
Metodo : Colorimétrico (Giusti & Galanti)
Rotina : Diária
Resultado : 5 dia(s)
Temperatura : Sob refrigeração
Coleta : Jejum não necessário. Manter a amostra refrigerada. A dosagem de adenosina pode ser realizada além do soro em : Liquor, líquido pleural, líquido pericardico e líquido ascitico (liquidos cavitários). Caso não seja possível o envio do material no dia da coleta, o mesmo poderá ser recebido em até 72 horas, refrigerado.
Cod. SUS : 202090027
Cod. BHPM : 40309010
Interpretação : A enzima adenosina deaminase (ADA), que catalisa a conversão da adenosina em inosina, é produzida e liberada por linfócitos e macrófagos durante a resposta imune celular. Nos líquidos de derrame, a sensibilidade e a especificidade deste exame são de 100% e 92%, respectivamente. A Atividade elevada (níveis quantitativos) de ADA no lìquido Céfalo Raquideano, derrame pleural, fluído pericárdico está associada com lesões tuberculosas. Outras doenças podem causar níveis elevados de ADA, entre elas a cirrose hepática,fibrose do fígado, tumores malignos (lnfoma), hepatite viral e doenças auto-imunes ( lúpus e artrite reumatóide) É um biomarcador de inflamação ou doença infecciosa. Usado para auxiliar a diagnosticar uma infecção por tuberculose das pleuras.
Descrição : Soro ou plasma: Até 15,0 U/L
Voltar